MOPI e Casa de Simeão comemoram Dia Internacional do Idoso

Um encontro para celebrar o envelhecimento com qualidade de vida. No MOPI o Dia Internacional do Idoso começou com um convite para mexer cada músculo em uma super aula de zumba. Para conectar mente e corpo, a ioga. O encontro ganhou ainda mais inspiração com a apresentação do Coral desta unidade da Associação Reciclázaro.

Na Casa de Simeão, os idosos assistiram ao filme “O estagiário” e conheceram a história de Ben, um senhor de 70 anos que se torna estagiário sênior em um site de moda e conquista os colegas mais jovens com sua sabedoria e senso de humor. Após a sessão, os conviventes compartilharam suas experiências de vida em uma roda de conversa. Para finalizar, participaram de uma live com a presença do cantor Fernando Rios, realizada em parceria com o Projeto Velho Amigo, e receberam kits de beleza.

Wash Me e Casa São Lázaro fecham parceria para capacitação e geração de empregos

No último dia 13/02, a Casa São Lázaro e a Wash Me realizaram o curso de Estética Automotiva. Os 15 participantes, conviventes deste Centro de Acolhida da Reciclázaro, aprenderam como realizar a lavagem ecológica, o polimento, enceramento e vitrificação de carros.

Este foi o primeiro de uma série de encontros que serão realizados nos próximos meses, capacitando novas turmas para atuação no mercado de trabalho. A empresa também fará um processo seletivo e contratará os alunos que tiverem o melhor desempenho.

A lavagem ecológica realizada pela Wash Me necessita de apenas cerca de 400ml de água para limpeza dos veículos. Além do consumo reduzido deste recurso natural, utiliza produtos biodegradáveis, que não agridem o meio ambiente, e são destinados aos cuidados de cada parte do automóvel, tais como lataria, vidros, rodas, pneus, componentes em plástico e interior.

O próximo curso está previsto para março e promete ser mais um sucesso fruto desta parceria.

#reciclazaro #casasaolazaro #solidariedade #washmebr #esteticaautomotiva #capacitação #geraçãoderenda

Dia das Crianças com sustentabilidade em projeto da Casa São Lázaro

Neste ano, o plástico deu lugar à sustentabilidade no Dia das Crianças Solidário. A ação, que é tradicionalmente realizada por voluntários do Itaú-Unibanco e distribui brinquedos aos alunos das escolas municipais da região do Brás, contou com o apoio da Casa São Lázaro para a confecção de bonecos de tecido.

Esta unidade da Associação Reciclázaro elaborou o projeto que englobou a pesquisa de fornecedores, modelagem, desenvolvimento dos moldes e capacitação dos artesãos para a produção. Foram cerca de 4 meses de atividades, como a criação de grupos com aulas sobre ecologia e sustentabilidade, consumo consciente e recursos naturais, bem como o contato com a cultura nacional.

A coleção abraçou personagens do folclore, como Iara, Curupira e Boto-cor-de-rosa. Os 427 bichinhos de pano criados pelos conviventes substituíram os brinquedos feitos em plástico. Em geral estas peças frágeis raramente podem ser reparadas quando quebram e acabam sendo descartadas em um curto espaço de tempo. Além de prejudicar o meio ambiente, elas também podem afetar a saúde das crianças, por conta de componentes químicos, como os ftalatos utilizados durante o processo de fabricação do PVC, e metais pesados, como cádmio e chumbo.

A iniciativa une não apenas solidariedade e geração de renda a partir do trabalho artesanal para colaborar com a redução dos impactos ambientais e a promoção do consumo consciente, como também resgata a tradição dos bonecos de pano.

As doações foram realizadas em horários agendados nas escolas, para evitar aglomerações.

Casa São Lázaro: capacitar para transformar futuros

Um espaço que ano após ano transforma futuros. Centro de acolhida que atende homens em situação de vulnerabilidade social, oferecendo suporte para que possam traçar seus próprios projetos de vida, a Casa São Lázaro encerra 2019 com números repletos de significados: 109 participantes nas oficinas, 18 workshops produtivos e 2 cursos.

Com capacidade para abrigar 100 pessoas, esta unidade da Associação Reciclázaro conta com um núcleo composto por oficinas de costura, pintura, fusing glass, papelaria artesanal e estamparia. Estas áreas são utilizadas para criação de produtos pelos conviventes, que recebem capacitação para aperfeiçoamento de suas habilidades técnicas e geração de renda.

Tudo é feito com o apoio de uma equipe multidisciplinar, dedicada ao acolhimento e à escuta qualificada. Entre as ações desenvolvidas ao longo do ano estão a criação de grupos de empreendedorismo, a participação em feiras e eventos, e orientações para obtenção da carteirinha da Sutaco (Superintendência do Trabalho Artesanal nas Comunidades). Os artesãos podem vender seus produtos em pontos autorizados e contar com a vitrine do Empório Grão em Grão, um dos projetos de sustentabilidade econômica da Reciclázaro.

Além das atividades nas oficinas, são realizados diversos cursos e workshops. Neste ano, por meio de ação conjunta com a Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico e Trabalho (SMDET) e o Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, foram oferecidas capacitações voltadas para Técnicas de vendas e Assistente administrativo.

Em 2020, a parceria será ampliada, com a oferta de novos cursos, tais como eletricista, pintor, encanador, pedreiro e azulejista. Também está prevista a construção de uma nova sala no espaço, totamente equipada, destinada às atividades educativas, bem como a implantação do curso de Introdução à Informática.

Todo o trabalho realizado busca o resgate da autonomia, autoestima, reinserção no mercado, além da retomada de vínculos familiares e comunitários. Cada pessoa atendida recebe acompanhamento social e psicológico, orientações para cuidados com a saúde e atenção às suas necessidades básicas, além de ser estimulada ao trabalho cooperativo e associativo.

Escola Núcleo de Beleza é inaugurada no Espaço Gasômetro

No último dia 05, a Associação Reciclázaro e a D’Bianco Professional inauguraram a Escola - Núcleo de Beleza. O salão situado no Espaço Gasômetro vai oferecer capacitação, geração de renda para os novos profissionais e serviços com preço acessível à comunidade. Cerca de 55 formandos e ex-alunos dos cursos gratuitos do segmento de beleza oferecidos no local serão beneficiados pelo novo empreendimento, um projeto que irá transformar o futuro de muitas pessoas e colaborar para a sustentabilidade econômica da instituição.

Os estudantes poderão aplicar os conceitos aprendidos em sala de aula e, ao término da formação, terão a oportunidade de utilizar o espaço para atuarem profissionalmente como microempreendedores. A Escola também poderá ser a porta de entrada para a contratação por um dos salões mais respeitados do mercado, o Soho Hair, que irá colaborar oferecendo professores qualificados.

“Essa iniciativa é um sonho de longa data. Faz parte da missão da Reciclázaro oferecer estrutura, autonomia e possibilidade de crescimento às pessoas em vulnerabilidade”, afirmou Cido Martins, supervisor-geral da instituição, que agradeceu a todos os parceiros.

Foi graças à união de forças, com patrocínio da D´Bianco, apoio da Soho Hair e do Instituto das Irmãs da Santa Cruz, que o espaço foi reformado e equipado para a atuação de cabeleireiros, manicures, pedicures, maquiadores e designers de sobrancelhas.

A inauguração celebrou a formatura da primeira turma de Cabeleireiros. Os alunos do módulo Escovista receberam os certificados pelas mãos de sua madrinha, a atriz e diretora da empresa de cosméticos D´Bianco Professional, Cristiana Oliveira, que inspirou carinhosamente cada uma delas com suas palavras. “Um espaço como esse vem para acolher e motivar vocês a crescerem cada vez mais, para estimular e apoiar que continuem caminhando, lutando e evoluindo”, afirmou.

Para Nilton Molina, diretor técnico e professor da Soho Academy, esta ação é de grande importância e vai proporcionar novas profissões para garantir fonte de renda àqueles que estão desempregados. A iniciativa já tem fôlego para o futuro. Nas palavras de Sergio Bianco, diretor da D´Bianco, é o começo de muitas atividades motivadas com a paixão pela instituição e pela ideia de profissionalizar as pessoas na área de cosméticos.

O evento também contou com o entusiasmo dos professores e alunos dos cursos de Manicure/pedicure, Maquiagem, Designer de Sobrancelhas, Montagem e Manutenção de Micro e Manutenção de Celulares, que celebraram sua formatura e a construção de novos caminhos.

O salão já começou suas atividades e em breve abrirá as portas para a comunidade, de segunda a sexta, das 10h às 18h.

Fotos: Ariana Assumpção

O Espaço Gasômetro

O Espaço Gasômetro é uma unidade da Associação Reciclázaro que acolhe e atua em prol das necessidades da comunidade do Brás, oferecendo formação e a possibilidade de novos projetos de vida. Com equipe multidisciplinar, atua em conjunto com os moradores do entorno. Em visitas aos domicílios de seus alunos, identifica necessidades e oferece apoio para solucioná-las, por meio de orientação e direcionamento aos órgãos competentes, além de atendimento psicossocial.

A capacitação gratuita para geração de renda ultrapassa o ensino formal. Os estudantes são estimulados ao empreendedorismo e contam com a escola de incubação de negócios, em que podem vivenciar a rotina de algumas das profissões relacionadas aos cursos ministrados no local. A Escola Núcleo de Beleza faz parte dessa iniciativa.

Rua do Gasômetro, 821 – Brás •  CEP 03004-001 • São Paulo-SP •  (11) 3311.0421

Lançamentos da Oficina Escola Gasômetro e da empresa Tech Level marcam formatura

A Associação Reciclázaro celebrou, no último dia 7, os novos caminhos dos 44 formandos dos cursos de beleza e tecnologia do Espaço Gasômetro, além dos lançamentos da Oficina Escola Gasômetro e da primeira empresa nascida a partir deste novo projeto.

Com apoio da Fundação Salvador Arena e da Sage Foundation, as formações em “Manicure & Pedicure”, “Maquiagem e Design de Sobrancelhas”, “Montagem e Manutenção de Micro” e “Manutenção de Celular” capacitaram os alunos para atuação no mercado de trabalho.

Buscando estimular e oferecer estrutura aos estudantes para a criação de suas próprias empresas, a Oficina Escola Gasômetro atua junto aos formandos de “Montagem e Manutenção de Micro”, oferecendo conhecimento, material teórico, componentes de máquina, acompanhamento de uma assistente social, orientação, além de acompanhamento das questões técnicas e administrativas ligadas ao empreendedorismo.

Foi a partir deste projeto que os jovens Davi Soares da Silva, 22 anos, Lucas Bernardes Ramos e Flávio Guilherme Ferreira, ambos de 16 anos, moradores da comunidade do Brás, fundaram a Tech Level. Localizada no próprio Espaço Gasômetro, a empresa presta serviços de conserto e manutenção de computadores. A assistência técnica realiza montagem de computadores, manutenção, instalação de hardware e software, limpeza interna, formatação, atualização, instalação de internet, configuração de roteador, etc.

SERVIÇO

Tech Level

R. do Gasômetro, 821 - Brás - São Paulo - SP
(embaixo do Viaduto Gasômetro)

Horário de funcionamento: das 13h às 18h
Atende em domicílio

Contato:

whatsapp 11 96028-5621
e-mail techlevel821@gmail.com

Curso de Inclusão Digital gratuito no CEFOPEA

A reinserção no mercado de trabalho e a familiarização com o mundo da tecnologia fazem parte dos objetivos do curso Inclusão Digital, realizado gratuitamente no CEFOPEA. Com duração de 4 meses, ele tem a participação de 32 alunos e 5 voluntários.

Nas primeiras turmas, iniciadas em março, os conviventes das casas São Lázaro, Simeão, Marta e Maria, alunos do curso de Alfabetização, além dos trabalhadores da Cooperativa Vitória do Belém e da Padaria Pão de Moça, estão recebendo suporte a diferentes níveis de conhecimento.

As aulas ocorrem no laboratório de Inclusão Digital e são realizadas pelos voluntários, que cuidam também da elaboração do material de apoio, da manutenção dos equipamentos e organização das questões administrativas.

A equipe voluntária está recebendo novos integrantes. Para participar, entre em contato por e-mail (admcefopea2@reciclzaro.org.br), informando sua experiência em tecnologia da informação e disponibilidade de horários.Você também pode colaborar doando equipamentos.

Novas turmas estão previstas para agosto, também destinadas ao público em geral. Acompanhe a Reciclázaro nas redes sociais para mais informações.

Parceria entre CEFOPEA e EMEF Anália Franco Bastos beneficia a comunidade

Com programação aberta ao público, o CEFOPEA e sua vizinha, a EMEF Anália Franco Bastos, dão início à parceria que beneficiará toda a comunidade. No último dia 3, com o tema “Respeito e empoderamento feminino”, o primeiro evento reuniu cerca de 200 pessoas na escola, localizada no bairro do Belém, e contou com a adesão de voluntários e instituições apoiadoras, tais como alunos da EMEF, da Faculdade das Américas e da AME+.

Na ocasião foram realizadas diversas atividades culturais para promover a reflexão e o estímulo à participação social e fortalecimento das mulheres. A programação trouxe apresentações de música coreana K-pop, dança e teatro; grupo de skate; treino de jiu-jitsu; demonstração de kickboxing; oficinas de grafite, pintura de rosto e manicure; palestra sobre a liberdade e o direito das mulheres na sociedade atual; apresentação musical de Thiago Stocco; além da feirinha de economia solidária, com bazar da escola e produtos ambientais do CEFOPEA, tais como vasos, mudas e biofertilizantes.

Novas ações abertas ao público serão realizadas ao longo do primeiro semestre. O próximo evento está previsto para abril. Além delas, a parceria ainda contará com projetos de implantação de hortas e compostagem, um curso de formação sobre sustentabilidade para os professores na EMEF, bem como visitas monitoradas, aulas práticas, demonstrativas e saraus com os alunos no CEFOPEA.

Acompanhe a Reciclázaro nas mídias sociais para mais informações em breve.

A língua portuguesa no mundo de hoje

O português é a língua oficial em sete países: Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial, Timor Leste, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe, além de territórios autônomos, como é o caso de Macau, na China, e regiões as quais tiveram grandes influencia portuguesa, como Zanzibar e Tanzânia, na África; Malaca na Malásia e a chamada Índia Portuguesa formada por Goa, Damão, Ilha de Angedriva, Simbor, Gogolá, Diu, Dadrá e Nagar-Aveli, na Ásia. 

cplp

Com isso, a Língua Portuguesa é um dos mais importantes idiomas do mundo. Possui mais de 230 milhões de falantes, o que faz dessa língua a terceira mais falada no universo linguístico ocidental, ficando atrás apenas do Inglês e do Espanhol.

Com a intenção de aumentar a cooperação e o intercâmbio cultural entre os países lusófonos, foi criada, em 1996, a Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), que reúne todos os países de língua oficial portuguesa. Dentro dessa comunidade, o Brasil figura como principal representante, uma vez que somos o país com o maior número de falantes da língua. Isso significa que, graças à representatividade de nosso país dentro da CPLP e perante a comunidade internacional, devemos zelar por nosso idioma e promover sua divulgação. 

O léxico da língua portuguesa 

O Dicionário Houaiss da Língua Portuguesa, com cerca de 228.500 entradas, 376.500 acepções, 415.500 sinônimos, 26 400 antônimos e 57.000 palavras arcaicas, é um exemplo da riqueza do léxico da língua portuguesa. Segundo um levantamento feito pela Academia Brasileira de Letras, a língua portuguesa tem atualmente cerca de 356 mil unidades lexicais. 

A maior parte do léxico do Português é derivado do latim, já que o português é uma língua românica. No entanto, por causa da origem celta de Portugal e a participação do país na Era dos Descobrimentos, foram adotadas palavras de todo o mundo. No século XIII, por exemplo, o léxico do português tinha cerca de 80% de suas palavras com origem latina e 20% com origem pré-romana. Atualmente, a língua portuguesa ostenta em seu vocabulário termos provenientes de diferentes idiomas como o provençal, o holandês, o hebraico, o persa, o quíchua, o chinês, o turco, o japonês, o alemão e o russo, além de idiomas bem mais próximos, como o inglês, o francês, o espanhol e o italiano. Também houve influência de algumas línguas africanas. 

A miscigenação brasileira 

No Brasil, a língua portuguesa passou a ser influenciada pelas línguas africanas trazidas pelos escravos, como é o caso do quicongo, quimbundo, fon, ioruba e outras que passaram a ser usadas por pessoas que viviam em contato com os negros. Palavras de origem africana como fubá, moleque, bunda, cachimbo e acarajé, foram incorporadas no vocabulário brasileiro. 

Após a independência do Brasil, houve uma grande imigração da Itália e Alemanha para o país, o que contribuiu com a diversificação de dialetos em diferentes regiões do país. Dessa forma, não é correto pensar que a língua pronunciada no Brasil é de origem portuguesa somente, pois possui influência indígena, portuguesa, africana, italiana, alemã e tantas outras aqui não citadas.

Fonte: Gosto de Ler, Livro Leve Solto, Língua Portuguesa, Brasil Escola

Redação:

Felipe Menezes                                            

Produção realizada em colaboração com a:

logo Eu amo o Brasil II