Manifestação conscientiza sobre o combate à violência contra os idosos

O enfrentamento aos diversos e recorrentes tipos de agressões ao idosos ganhou uma manifestação especial durante esta semana. No Dia Mundial de Conscientização e Combate à Violência contra a Pessoa Idosa, 15 de junho, a Associação Reciclázaro, por meio do Programa de Atenção à Pessoa Idosa (Progapi), e o Grupo de Articulação de Moradia para Idosos (Garmic), alertaram sobre a violação de direitos durante a pandemia.

No lugar das ruas, que são tradicionalmente ocupadas a cada ano nessa data, os conviventes da Casa de Simeão se reuniram para o protesto nas sacadas do prédio onde vivem, seguindo recomendações da Organização Mundial da Saúde (OMS) para prevenção à COVID-19.

“Respeite as marcas das histórias que trago na pele e na alma”, “O silêncio significa cumplicidade. Não se cale, denuncie!” e “Denunciar todos os tipos de violência é dever do cidadão” foram algumas das mensagens exibidas nos cartazes, buscando conscientizar sobre o risco presente em muitos lares.

Os 150 participantes receberam exemplares do Estatuto do Idoso e colaboraram para a criação de um mural com o tema Junho Violeta, trazendo informações sobre as formas de violência, caracterizadas como qualquer ação ou omissão que leve ao dano, morte, sofrimento físico ou psicológico, bem como sobre o Disque 100, canal da Ouvidoria Nacional de Direitos Humanos para denúncias de violações de direitos.

PROGAPI

Criado em 2009 pela Associação Reciclázaro, o Programa de Atenção à Pessoa Idosa apoia e fomenta iniciativas para aprimorar a qualidade de vida e a autonomia dos idosos, atuando de forma independente e em parceria com as instituições públicas e privadas, além de Organizações da Sociedade Civil.

GARMIC

O Grupo de Articulação de Moradia para Idosos defende os direitos de idosos em vulnerabilidade, especialmente no que diz respeito à moradia, e funciona como centro de informação, assessoria, articulação e reivindicação.

Escola Núcleo de Beleza é inaugurada no Espaço Gasômetro

No último dia 05, a Associação Reciclázaro e a D’Bianco Professional inauguraram a Escola - Núcleo de Beleza. O salão situado no Espaço Gasômetro vai oferecer capacitação, geração de renda para os novos profissionais e serviços com preço acessível à comunidade. Cerca de 55 formandos e ex-alunos dos cursos gratuitos do segmento de beleza oferecidos no local serão beneficiados pelo novo empreendimento, um projeto que irá transformar o futuro de muitas pessoas e colaborar para a sustentabilidade econômica da instituição.

Os estudantes poderão aplicar os conceitos aprendidos em sala de aula e, ao término da formação, terão a oportunidade de utilizar o espaço para atuarem profissionalmente como microempreendedores. A Escola também poderá ser a porta de entrada para a contratação por um dos salões mais respeitados do mercado, o Soho Hair, que irá colaborar oferecendo professores qualificados.

“Essa iniciativa é um sonho de longa data. Faz parte da missão da Reciclázaro oferecer estrutura, autonomia e possibilidade de crescimento às pessoas em vulnerabilidade”, afirmou Cido Martins, supervisor-geral da instituição, que agradeceu a todos os parceiros.

Foi graças à união de forças, com patrocínio da D´Bianco, apoio da Soho Hair e do Instituto das Irmãs da Santa Cruz, que o espaço foi reformado e equipado para a atuação de cabeleireiros, manicures, pedicures, maquiadores e designers de sobrancelhas.

A inauguração celebrou a formatura da primeira turma de Cabeleireiros. Os alunos do módulo Escovista receberam os certificados pelas mãos de sua madrinha, a atriz e diretora da empresa de cosméticos D´Bianco Professional, Cristiana Oliveira, que inspirou carinhosamente cada uma delas com suas palavras. “Um espaço como esse vem para acolher e motivar vocês a crescerem cada vez mais, para estimular e apoiar que continuem caminhando, lutando e evoluindo”, afirmou.

Para Nilton Molina, diretor técnico e professor da Soho Academy, esta ação é de grande importância e vai proporcionar novas profissões para garantir fonte de renda àqueles que estão desempregados. A iniciativa já tem fôlego para o futuro. Nas palavras de Sergio Bianco, diretor da D´Bianco, é o começo de muitas atividades motivadas com a paixão pela instituição e pela ideia de profissionalizar as pessoas na área de cosméticos.

O evento também contou com o entusiasmo dos professores e alunos dos cursos de Manicure/pedicure, Maquiagem, Designer de Sobrancelhas, Montagem e Manutenção de Micro e Manutenção de Celulares, que celebraram sua formatura e a construção de novos caminhos.

O salão já começou suas atividades e em breve abrirá as portas para a comunidade, de segunda a sexta, das 10h às 18h.

Fotos: Ariana Assumpção

O Espaço Gasômetro

O Espaço Gasômetro é uma unidade da Associação Reciclázaro que acolhe e atua em prol das necessidades da comunidade do Brás, oferecendo formação e a possibilidade de novos projetos de vida. Com equipe multidisciplinar, atua em conjunto com os moradores do entorno. Em visitas aos domicílios de seus alunos, identifica necessidades e oferece apoio para solucioná-las, por meio de orientação e direcionamento aos órgãos competentes, além de atendimento psicossocial.

A capacitação gratuita para geração de renda ultrapassa o ensino formal. Os estudantes são estimulados ao empreendedorismo e contam com a escola de incubação de negócios, em que podem vivenciar a rotina de algumas das profissões relacionadas aos cursos ministrados no local. A Escola Núcleo de Beleza faz parte dessa iniciativa.

Rua do Gasômetro, 821 – Brás •  CEP 03004-001 • São Paulo-SP •  (11) 3311.0421

Representantes da Subsecretaría de Prevención, Capacitación y Asistencia de las Adicciones de Buenos Aires visitam unidades da Reciclázaro

BASE-MEIO-RGB---24.08.16

No dia 4 de agosto, recebemos a visita de Guadalupe Baliño e Jesica Suarez, representantes da Subsecretaría de Prevención, Capacitación y Asistencia de las Adicciones de Buenos Aires, Argentina. Pelo trabalho realizado pela Reciclázaro nos campos de atenção a população em situação de vulnerabilidade e nas ações de prevenção e redução de danos, a entidade foi escolhida para esse intercâmbio de conhecimentos e experiências.

A Reciclázaro faz parte da “Rede Americana que Intervém em Situações de Sofrimento Social” (RAISSS) da América Latina e, por aplicar a metodologia do Tratamento Comunitário, mediante parceria com a ONG Lua Nova, recebeu a visita direcionada, que foi de extrema importância para troca de experiências, uma vez que a Argentina também possui representação na rede e tem implementado serviços semelhantes ao da Reciclázaro.

Acompanhadas pelo coordenador do Programa e Metodologia de Intervenção Comunitária, Pablo Cordeiro e o gestor de casos do Programa de Intervenção Comunitária, Thiago Caltabiano, as representantes realizaram visitas direcionadas em alguns dos centros de acolhimento e espaços comunitários que atendem as pessoas em diversos níveis de vulnerabilidade social.

Iniciando pelo CEFOPEA (Centro de Formação Profissional e Educação Ambiental), onde foi apresentado todo trabalho feito em relação a cursos para a comunidade, projetos ambientais e sociais. Em seguida, na Casa de Marta e Maria, (que acolhe mulheres e crianças em extrema vulnerabilidade social), a equipe compartilhou vivências e peculiaridades do desafio que é promover o projeto de vida e a reinserção social de mulheres e suas crianças que estão ali acolhidas.

Na Casa São Lázaro (Centro de Acolhida Masculino com Inserção Produtiva), a equipe técnica e coordenação auxiliaram na troca de conhecimentos e vivências em relação ao acolhimento, atendimento psicossocial e sobre o trabalho que acontece no Núcleo de Inserção Produtiva e suas oficinas.

BASE-MEIO-II-RGB---24.08.16

Encerrando a visita, no Centro de Escuta Espaço Gasômetro, a equipe de trabalho explicou como acontecem as intervenções comunitárias, visitas domiciliares, grupos e atividades voltadas para a comunidade, bem como as importantes parcerias (iniciativa privada e publica), que tornam o trabalho possível. Também foi especificada a metodologia adotada pela associação (Tratamento Comunitário), bem como suas atribuições e resultados de impacto na vida dos beneficiários. 

Redação:

Assiantura-Comunicação-I     

A

Posse dos representantes dos Conselhos Gestores dos Parques Municipais

BASE-MEIO-RGB---15.04.16

A Reciclázaro procura ampliar suas ações e, portanto, necessita e conta com o apoio das instituições públicas e privadas, organizações não governamentais e sociedade civil. Dentre esses parceiros é imprescindível citar e agradecer a administradora do Parque Benemérito José Brás, Luciana Fátima Simões, que tem muito tem ajudado a articular e envolver as pessoas no trabalho da equipe do Centro de Escuta do Espaço Gasômetro, permitindo a realização de atividades em um ambiente saudável em meio à natureza sem sair da metrópole.

20150612_094405O Parque Benemérito José Brás é um espaço muito bem cuidado pela gestão e seus conselheiros e elaborar ações neste local e envolver vários atores durante esta participação, enriquece a qualidade de vida dos moradores da região, que tem cada vez mais frequentado o parque.

Desta maneira, a posse dos representantes nos Conselhos Gestores dos Parques de abrangência das Subprefeituras: Ermelino Matarazzo, Guaianases, São Mateus e Mooca da cidade de São Paulo gestão 2015 a 2017, realizada no dia 31/03/2016 na Secretaria Municipal do Verde e do Meio Ambiente é um evento de vital importância para o desenvolvimento do trabalho junto às comunidades dos bairros do Brás, Belém, Mooca e adjacentes.

A eleição, realizada no dia 06/03/2016, no Parque Benemérito José Brás, resultou nas seguintes nomeações:

(mais…)

II Encontro da Rede de Organizações Cáritas e afins da América Latina e Caribe

BASE-MEIO-RGB---27.11.15

Aconteceu, no período de 09 a 13 de novembro, na cidade de Lima, Peru, o “II Encontro da Rede de Organizações Cáritas e afins da América Latina e Caribe: Envelhecimento com Dignidade e Direitos”. A Rede é integrada por: Cáritas da Bolívia, Cuba e Peru, a Pastoral da Pessoa Idosa – Conferência Nacional Bispos (Brasil), a Associação Reciclázaro (Brasil), a Pastoral Social da Arquidiocese de Panamá, a Rede Latino-Americana de Gerontologia (RLG) e da Fundação para o Bem-Estar do Idoso da Arquidiocese do México (FUNBAM). Representando a Associação Reciclázaro participaram as assistentes sociais do Programa de Atenção à Pessoa Idosa (PROGAPI), Andréa Poscai e Fabiana Guergues.

A rede é composta por organizações de solidariedade, formadas por entidades de Cáritas e afins que trabalham na promoção da dignidade e do exercício dos direitos das pessoas idosas, promovendo ações de participação, formação e apoio para a sua organização, defesa dos direitos reconhecidos em cada país, o diálogo entre gerações, da consciência social e participação.

Neste ano, paralelamente ao encontro, aconteceu um foro público, no dia 10 de novembro cuja temática central foi “Envelhecer com Dignidade – Velhos e Novos Desafios” que abordou principalmente as questões previdenciárias não contributivas no Peru, assunto que atinge diretamente as pessoas idosas no país. Assim, foi possível confrontar as diversas conjunturas e a realidade brasileira que tem como amparo ao idoso o benefício de prestação continuada (BPC).

Capa livro 26.11.15Durante o encontro aconteceu também o lançamento do livro Sistematização de Experiências de Trabalho Gerontológico Comunitário na América Latina e Caribe”, uma coletânea de experiências de trabalhos com idosos, desenvolvida junto às comunidades de diversos países, onde a Reciclázaro compartilhou a experiência comunitária realizada no Jardim Pantanal, bairro localizado extremo zona leste da capital paulista. O livro está disponibilizado gratuitamente. Clique no livro e baixe o arquivo.

O encontro também oportunizou o apoio mútuo entre as entidades e a troca de experiências, através dos intercâmbios. O intercâmbio teve início com a apresentação dos trabalhos com idosos que cada organização realiza. O encontro aconteceu durante a reunião do grupo “Mesa de Concertación del Adulto Mayor de Arequipa – MCAM”, que expos a dinâmica da atuação de um espaço democrático que reúne diversos grupos, formando uma rede de envelhecimento com o trabalho direcionado para promoção de incidências públicas para o segmento.  Participaram deste encontro, representantes da Universidade Católica de Santa Maria, Governo Municipal de Arequipa e membros da mesa de Concertação. A Reciclázaro, representada por Fabiana Guergues juntamente com Cáritas Cuba, representada por Shirley Nuñez vivenciaram essa gratificante experiência.

Ao final, houve uma ação intergeracional realizada entre crianças de uma escola pública, de 07 a 11 anos, e idosos com idades distintas. A ação consistia em fomentar a integração dos diversos grupos, despertando espírito de cooperação, solidariedade e respeito. Os idosos ensinaram e aprenderam e o inverso ocorreu com as crianças. Um exemplo que nos ensina que, para romper com os preconceitos mútuos de uma geração em relação à outra, a melhor forma de superação é a convivência respeitosa entre os grupos.

Durante este ano, a Rede realizou ações de trabalho em conjunto com os países, através das comissões de trabalho formadas, intercâmbios de experiência, socialização dos trabalhos realizados em cada país e o próximo encontro está agendado para 2016, em Cuba. 

Clique abaixo e confira as fotos:

Fotos 26.11.15

Redação:

Assiantura-Comunicação-I

Dia das Crianças no Espaço Gasômetro

BASE-MEIO-RGB---05.11.15-II

No dia 22 de outubro, o Programa de Intervenção Comunitária realizou uma atividade interativa desenvolvida pela equipe e colaboradores, com a participação de crianças e adolescentes, em comemoração ao mês das crianças, na Comunidade do Brás, no Espaço Gasômetro – Centro de Escuta. A organização da atividade é da equipe Programa de Intervenção Comunitária: Flávia Santos e Diego Narcizo (Operadores Comunitários), José Luiz (Operador Par), Nadia Lucia Laurindo (Assistente Social), Pablo Cordeiro (Coordenador Tratamento Comunitário) e Thiago Caltabiano (Psicólogo).

O tema foi “A natureza precisa de suas mãos” e a atividade contou com brincadeiras para completar um painel ilustrativo da natureza, bambolê, pintura fácil, apresentação de capoeira e boxe. O objetivo era fortalecer as relações e vínculos entre a equipe de intervenção comunitária, parceiros, voluntários e pessoas da comunidade.

As crianças que participam da oficina de boxe, de forma bem dinâmica e utilizando trilha sonora, fizeram uma apresentação do que já aprenderam. As crianças ganharam blocos de desenho (confeccionados na Oficina de Papel Social, coordenada por Adriani Simões) e tudo terminou alegremente com pipocas, doces, salgados e refrigerantes.

A atividade contou com a colaboração da rede de recursos comunitários: Péricles Formigoni (Presidente do Instituto Pro-Diversidade), Edma Farias (representante da Ocas), Ana Luiza Dantas de Santana,  Elizangela Viana Santana, Maria Inês Matos e Milena Vital da Silva (voluntárias e moradoras da comunidade).

Um especial agradecimento aos amigos e parceiros da Fraternidade “O Amor é a Resposta”, em particular à sra. Francisca das Chagas, que participou da atividade, representando a Fraternidade, instituição localizada em Teresina e que realiza ações utilizando as mesmas premissas do Tratamento Comunitário.

Clique abaixo e confira as fotos:

 Fotos 05.11.15

Redação:

Assiantura-Comunicação-I

Programa de Intervenção Comunitária em plena ação!

Massa (1)

O Programa de Intervenção Comunitária da Reciclázaro, através de seus Operadores Comunitários, e com o apoio de Operadores Pares (profissionais que trabalham na comunidade), realizam visitas às pessoas da comunidade e abordagens junto às pessoas em vulnerabilidade Social.

Por vezes para manter vínculos com as pessoas, para fins do trabalho, é necessário desenvolver estratégias, como as atividades de cunho mais recreativas, almejando que estas ações se tornem meios para vinculação, o que permitirá que o trabalho se configure de maneira mais sólida.

No começo do mês, foi realizada a “Tarde da Massa”, no Espaço Gasômetro, unidade que comporta as atividades do programa e atividades produtivas do Papel Social e oferece diversas atividades para a comunidade local, juntamente com parceiros comunitários.

A atividade contou com a equipe de Intervenção Comunitária que atua no bairro do Brás e de parceiros locais, como a Organização Civil de Ação Social (OCAS), que realiza um importante trabalho na comunidade e teve a participação de quinze pessoas em situação de rua.

Massa (2)Os participantes tiveram a oportunidade de expressar seus talentos através do momento “Talentos que tenho” e muitos mostraram na prática o talento de cantar e tocar violão, dentre outros. Todos também se divertiram com jogos (damas, dominós, etc) e sessão de vídeos que retratavam situações diárias nas vidas das pessoas.

No final, houve uma confraternização onde foram servidas minipizzas, baguetes, coxinhas, risoles (a maioria dos salgados foi produzido pela Padaria Pão de Moça, projeto incubado pela associação).

Sem deixar de lado a saúde, todos os sábados, é realizada a Oficina de Atividades Físicas, com modalidade de Boxe. Onze crianças e pré-adolescentes participam dessa oficina, onde o Prof. Renato Tadeu orienta e realiza o treinamento, doando seu tempo, dedicação e trabalho aos esforçados participantes.

boxe (7)

Com duração de uma hora e meia, os alunos de boxe reúnem-se no Espaço Gasômetro e com instrumentos específicos para a realização das atividades, executam os exercícios, organizados de maneira colaborativa. Eles são treinados para executarem práticas corporais e esportivas de boxe, vivências que estimulam a coordenação motora, lateralidade, cognição, além de propiciar o desenvolvimento de habilidades sociais e prevenção.

boxe (9)

Redação:

Assiantura-Comunicação-I

 

 

 

 

Oficinas GRATUITAS no Brás

O Espaço Gasômetro nasceu da necessidade de unir várias atividades em um só lugar no bairro do Brás. Visando estabelecer diversas atividades de expressão, artística e profissional, que valorizam a vida, o Espaço Gasômetro propõe-se a descobrir, edificar e enriquecer o dom que existe dentro de cada indivíduo.

Com a ideia de disseminar conhecimento e inserir a cultura na rotina das pessoas da comunidade do Brás, a Reciclázaro, através da equipe de Intervenção Comunitária, criou um lugar aberto ao público que oferece oficinas e atividades que se enquadram em cinco diferentes áreas de atuação:

Curso Espaço Gasometro 1.1

Curso Espaço Gasometro 2.2

Curso Espaço Gasometro 3.3

 Curso Espaço Gasometro 4.4.4

Curso Espaço Gasometro 5.5

Com a eficácia da metodologia do Tratamento Comunitário, o Espaço Gasômetro oferece atividades com conteúdos qualificados e conta com uma competente equipe de profissionais de diferentes áreas. Nossas oficinas destacam-se pelo ensino personalizado, com turmas reduzidas para que professores e alunos estabeleçam um contato próximo e direto.

Os encontros semanais que promovemos foram definidos de forma a propiciar a abordagem de questões pertinentes às oficinas, aprofundados de maneira didática e descontraída, com espaço para dúvidas e debates.

Nosso compromisso é ampliar o acesso da comunidade ao conhecimento, criando um ponto de encontro entre diversas áreas da cultura para reflexão, debate e aprendizado, dentro de um clima agradável e descontraído. O intuito é promover a cultura, favorecendo a transformação social e ampliando as áreas do conhecimento para todos os públicos de diferentes faixas etárias. 

VENHAM NOS CONHECER!

(mais…)

Fortalecendo laços no Brás

Capa-SITE---Corpo-matéria-20.03.15

Todos os dias, os profissionais da Reciclázaro e rede de recursos comunitários (pessoas da comunidade, organizações sociais, comerciantes e Igreja Bom Jesus do Brás), tem exercido o trabalho comunitário, atuando junto às famílias e pessoas em situação de rua no bairro do Brás.

Trabalhar na comunidade é a tendência de qualquer ação social. O desenvolvimento pessoal não só passa pela participação comunitária, mas depende dela.

O trabalho comunitário é expresso de forma simples. Estar na comunidade é uma das premissas do trabalho, pois ali são vivenciadas as contingências do cotidiano, problemas, dificuldades, e todas as nuances das relações humanas, com suas falhas e potenciais.

Todo ser humano possui uma carga de conhecimento e experiência de vida e o trabalho comunitário objetiva conscientizar que cada indivíduo é o protagonista de sua própria vida e traz dentro de si, potencialidades para a transformação de sua realidade.

Estabelecer uma relação de confiança com as pessoas da comunidade é essencial para a obtenção de resultados significativos e efetivos. A atuação diária visa conquistar essa relação de confiança, fazendo com que os

profissionais estreitem relações com o público alvo e traga à tona seus conteúdos e experiências de vida, para traçar estratégias individuais.

Desta maneira, o trabalho com as pessoas da comunidade é permitir que elas desenvolvam e fortaleçam suas relações interpessoais e com os serviços, sejam públicos, privados ou de Organizações não Governamentais.

Não se trata de ir e fazer apenas a pergunta “Quais são os problemas de vocês?”, mas principalmente questionar: “Quais as soluções que existem nesta comunidade e nesta pessoa?”.

Redação:

Assiantura-Comunicação-I

 

 

 

(mais…)

Processo Seletivo para o projeto Alfabeto Livre – Caminhos para a expressão

Atendendo ao Chamamento Público da Secretaria Nacional De Políticas Sobre Drogas, a Associação Reciclázaro se classificou para firmar convênio com a SENAD e desenvolver o Projeto “Alfabeto Livre – Caminhos para a expressão” (conforme PORTARIA Nº 46, DE 5 DE JUNHO DE 2014  – publicado em Diário Oficial da União em 06/06/2014).

O projeto será subsidiado com recursos do Governo Federal, advindos da Secretaria Nacional de Políticas Sobre Drogas (SENAD) do Ministério da Justiça.

Aprovação SENAD

O projeto consiste em conceder oportunidades de alfabetização, atividades de saúde, cultura e relações comunitárias a jovens vinculados às unidades de regime de semiliberdade da Fundação Casa e outros jovens em situações de vulnerabilidades. Serão atendidos, prioritariamente, jovens de 14 a 19 anos.

As atividades de Alfabetização, Saúde, Cultura, relações Intercomunitárias, Jornada de imersão e Visita familiar irão ocorrer semanalmente, de maneira intercalada, de acordo com o cronograma previsto inicialmente. O curso de alfabetização seguirá o calendário do ano letivo das escolas públicas, enquanto que outras atividades seguirão o planejamento do projeto e da equipe do Tratamento Comunitário (clique para ler mais sobre a metodologia).

As atividades ocorrerão no CEFOPEA – Centro de Formação Profissional e Educação Ambiental, unidade da Reciclázaro no bairro do Belém e em espaços das imediações dos bairros do Belém e do Brás.

Para atuar neste projeto, a Reciclázaro está contratando profissionais da área social que desejem trabalhar diretamente com o tema. O regime de contratação é CLT. O projeto, inicialmente, tem prazo de execução de 24 meses à partir de sua data de início (previsão de início: março/2015).

Prazo de entrega de currículos: até 27/02/15

Enviar para: curriculo@reciclazaro.org.br – A/C Pablo Cordeiro.

 

Seguem abaixo as vagas disponíveis:

VAGAS