Associação Reciclázaro disponibiliza vagas para cursos gratuitos

A Associação Reciclázaro oferecerá formação gratuita em jardinagem e panificação no CEFOPEA. As vagas são disponibilizadas por meio do CEDESP, serviço vinculado à Prefeitura de São Paulo que é dedicado à proteção social básica e ao fortalecimento dos vínculos familiares e comunitários.

Com carga horária semestral de 400h, os cursos são divididos em três etapas: Módulo I – Convívio; Módulo II – Mundo do Trabalho; e Módulo III – Formação Inicial e Continuada.

Os dois primeiros módulos estruturam a base que vai do desenvolvimento das relações interpessoais ao empreendedorismo, além de conhecimentos em marketing, vendas e comunicação. O terceiro é dividido em duas especialidades: padeiro, dedicado à elaboração de produtos de panificação; e jardineiro, voltado para a criação e manutenção de jardins.

imagens ilustrativas

Além da preparação para o mercado de trabalho, os alunos contarão com incentivo à geração de renda por meio da criação de cooperativas e microempreendimentos individuais. Também poderão ser indicados para processos seletivos ou para o programa “Jovem Aprendiz”, conforme faixa etária, em empresas parceiras da instituição.

As aulas serão realizadas no bairro do Belenzinho, no CEFOPEA, de segunda a sexta-feira, durante os períodos diurno, das 8h às 12h, e vespertino, das 13h às 17h. Já é possível se candidatar às 80 vagas, disponíveis para adolescentes, jovens e adultos em vulnerabilidade.

Inscreva-se no CEFOPEA, por telefone ou presencialmente, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h. O início dos cursos está previsto para fevereiro.

A iniciativa colabora para estimular e orientar os participantes na construção e reconstrução de suas histórias, bem como restabelecer e reforçar vínculos familiares e comunitários, alcançando a autonomia e o protagonismo.

CEFOPEA
Ariston Azevedo, 10 • Belenzinho • São Paulo – SP • 03021-020 • Tel. 11 2662.6030

Das doações de brinquedos às ceias, o Natal brilhou por aqui com amor e solidariedade

A época mais sensível do ano chegou cheia de amor e solidariedade nas unidades da Associação Reciclázaro.

Graças ao carinho de colaboradores e parceiros, cada convivente dos Centros de Acolhida pôde celebrar a magia do Natal. Confira como foram as comemorações:

Casa de Marta e Maria

Foi por meio das doações de voluntários que as crianças e mulheres da Casa de Marta e Maria viveram o brilho do Natal. Dos brinquedos recebidos à ceia e almoço cuidadosamente preparados pelas colaboradoras, cada detalhe foi essencial para momentos muito especiais.

Casa de Simeão

Na Casa de Simeão, as comemorações começaram cedo. Por meio do apoio de parceiros, como Itaú Social, Instituto Invar e Canto Cidadão, os conviventes celebraram a chegada do Natal ao longo de todo o mês, com rodadas de bingo, cafés especiais, entrega de presentes, além de uma animada roda de samba.

Na noite de 24/12, a tradicional ceia reuniu com mesa farta e muito aconchego os idosos e colaboradores.

Casa São Lázaro

A Casa São Lázaro preparou uma decoração artesanal, feita a partir de materiais recicláveis. Da lareira ao boneco de neve, cada elemento colaborou para trazer o clima de Natal.

Uma ceia carinhosamente preparada recheou a noite de 24/12 com clássicos como pernil, chester, farofa, maionese, risoto, além de frutas deliciosas.

CEFOPEA

Um encontro para celebrar. Os colaboradores do CEFOPEA e da Cooperativa Vitória do Belém realizaram no dia 20/12 um almoço especial de confraternização, que marcou o encerramento das atividades realizadas ao longo de 2022.

Pão de Moça recebe visita da União Europeia e da Estratégia ODS

No dia 30/11, a Padaria Pão de Moça recebeu representantes da União Europeia e da Rede Estratégia ODS, que acompanharam de perto os resultados deste projeto da Associação Reciclázaro.

Denise Verdade, assessora no setor de Cooperação da União Europeia, e Thiago Battaglini, coordenador do Projeto de Fortalecimento da Estratégia ODS, foram recepcionados pela equipe da padaria e do CEFOPEA para conhecer as instalações.

Para deixar a manhã ainda mais especial, foram servidos pães e bolos fresquinhos produzidos no local.

A União Europeia e a Estratégia ODS tiveram papel fundamental no apoio a este empreendimento social, que já está realizando os primeiros testes comerciais de produção. Por meio do cofinanciamento promovido por estes parceiros, a iniciativa atende mulheres em vulnerabilidade social, oferecendo capacitação e espaços de trabalho para que possam gerar sua própria renda.

O projeto Padaria Pão de Moça - Mulheres de Coragem em Ação é uma iniciativa de desenvolvimento econômico local fundamentado em 6 pilares da Agenda 2030 da ONU, de acordo com os seguintes Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: erradicação da pobreza; igualdade de gênero; trabalho decente e crescimento econômico; redução das desigualdades; consumo e produção responsáveis; e construção de parcerias e meios de implementação.

A ação também conta com o patrocínio da Fundação Elijas Gliksmanis e da Enel, além da parceria das instituições Morada do Sol, COR, Maria Maria e Lar de Nazaré.

Mãos na massa na Padaria Pão de Moça

Tem pão fresquinho saindo do forno por aqui. Das Boas Práticas de Manipulação de Alimentos até cada preparo, as beneficiárias do projeto “Cooperativa Pão de Moça – Mulheres de Coragem em Ação” estão com a mão na massa.

Ao longo dos últimos meses, elas têm descoberto as possibilidades em cada ingrediente. Tudo com a orientação da Teresinha, padeira responsável pelo treinamento para desenvolvimento de produtos.

A padaria recebeu alguns amigos na última semana para conhecerem as novidades do espaço e a melhoria dos processos. Em breve ela estará pronta para trabalhar a todo vapor dentro do CEFOPEA, gerando renda com o objetivo de garantir condições econômicas e impulsionar o crescimento de cada uma das participantes deste empreendimento social.

A ação conta com cofinanciamento da Estratégia ODS e da União Europeia, patrocínio da Fundação Elijas Gliksmanis e da Enel, além da parceria com as instituições Morada do Sol, COR, Maria Maria e Lar de Nazaré.

Beneficiárias recebem capacitação para novos futuros na Padaria Pão de Moça

As beneficiárias do “Cooperativa Pão de Moça – Mulheres de Coragem em Ação” têm participado da capacitação neste projeto que conta com cofinanciamento da Estratégia ODS e da União Europeia.

O conteúdo envolve desde o preparo e a manipulação dos alimentos até a gestão do futuro negócio, a Padaria Pão de Moça, cuja reinauguração está prevista para setembro. Entre os cursos e atividades estão: empreendedorismo; nutrição e manipulação de alimentos; cooperativismo; elaboração de Estatuto e Regimento da cooperativa; além da importância dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

As 20 participantes foram reunidas com a associação entre a Reciclázaro, por meio da Casa de Marta e Maria, e as instituições Morada do Sol, COR, Maria Maria e Lar de Nazaré, como uma resposta para impulsionar o crescimento profissional de mulheres de baixa renda na liderança de empreendimentos sustentáveis, garantindo condições econômicas e sociais para cada uma delas.

O projeto é uma iniciativa de desenvolvimento econômico local fundamentado em 6 pilares da Agenda 2030 da ONU, de acordo com os seguintes Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: erradicação da pobreza; igualdade de gênero; trabalho decente e crescimento econômico; redução das desigualdades; consumo e produção responsáveis; e construção de parcerias e meios de implementação.

Associação Reciclázaro recebe apoio da Estratégia ODS e União Europeia

A Associação Reciclázaro recebeu o apoio da Estratégia ODS e da União Europeia para a realização do projeto “Cooperativa Pão de Moça – Mulheres de Coragem em Ação”, que oferecerá capacitação e geração de renda por meio do empreendedorismo às mulheres acolhidas na Casa de Marta e Maria e às usuárias dos serviços de outras instituições da Rede de Proteção Social de São Paulo.

Localizada no bairro do Belenzinho, dentro do CEFOPEA, unidade da Associação Reciclázaro, a padaria impulsionará o crescimento profissional de mulheres de baixa renda na liderança de empreendimentos sustentáveis, garantindo condições econômicas e sociais necessárias para que as mães não se separem de seus filhos ao deixarem os serviços de acolhida na cidade.

A primeira etapa do projeto reuniu as instituições Morada do Sol, COR, Maria Maria, Lar de Nazaré e Casa de Marta e Maria para compreender as necessidades das mulheres interessadas em fazer parte da ação, além de implementar os cursos de capacitação.

O projeto é uma iniciativa de desenvolvimento econômico local fundamentada em 6 pilares da Agenda 2030 da ONU, de acordo com os seguintes Objetivos de Desenvolvimento Sustentável: erradicação da pobreza; igualdade de gênero; trabalho decente e crescimento econômico; redução das desigualdades; consumo e produção responsáveis; e construção de parcerias e meios de implementação.

Natal com solidariedade e muita proteção

As comemorações de Natal nas unidades da Associação Reciclázaro foram marcadas pela união e pela solidariedade, além de muita proteção, em um ano desafiador.

Casa de Simeão

Nos dias 24 e 25/12, a Casa de Simeão realizou a ceia e o almoço de Natal em um evento reservado aos conviventes deste Centro de Acolhida, com todos os cuidados.

As comemorações proporcionaram momentos de descontração e bem-estar na rotina dos idosos, renovando as esperanças em momentos repletos de mudanças e adaptações decorrentes da pandemia.

Casa São Lázaro

A ceia e o almoço de Natal da Casa São Lázaro contaram com o apoio do Comitê Betinho, que realizou a doação de suprimentos no último dia 14, destinando mais de uma tonelada de alimentos para três unidades da Associação Reciclázaro.

As celebrações contaram com decoração e cardápio especiais, além de muita proteção e aconchego.

MOPI

As tradicionais comemorações do Movimento Pró-Idoso, como as apresentações do Coral, não foram realizadas. Buscando proteger os idosos, as atividades presenciais foram suspensas desde o início da pandemia, exigindo novas formas de estarmos perto, mesmo distantes.

Os atendimentos passaram a ser realizados de modo remoto, para continuarmos o trabalho realizado, oferecendo apoio em um momento crítico às pessoas atendidas. No início de dezembro foram distribuídas 65 cestas básicas e kit´s de material de higiene, contemplando os idosos sem renda; aqueles que residem sozinhos ou com familiares; os beneficiários do BPC (Benefício de Prestação Continuada) ou que recebem até 1 salário-mínimo ou mais e tenham a renda comprometida.

CEFOPEA

A comemoração do CEFOPEA, um almoço reservado para a equipe desta unidade, contou com a presença de colaboradores, prestadores de serviço, estagiários e cooperados. Tudo com muita proteção.

Fundação Itaú Social distribuirá 750 cestas básicas por meio da Associação Reciclázaro

Na última semana cerca de 250 famílias receberam as cestas básicas distribuídas no Espaço Gasômetro e no CEFOPEA A ação foi patrocinada pela Fundação Itaú Social, que está oferecendo apoio para enfrentamento aos desafios trazidos pela pandemia e elegeu a Associação Reciclázaro como uma das Organizações da Sociedade Civil para participar desta iniciativa.

No total, serão entregues 750 unidades, entre os meses de junho e agosto. Na composição estão alimentos não perecíveis, produtos de higiene e limpeza, além de frutas, verduras e legumes, para complementar os benefícios nutricionais, e um livro, buscando estimular a leitura.

No primeiro mês, cerca de 1000 pessoas foram contempladas. Entre elas, beneficiários cadastrados, atendidos pela Associação Reciclázaro, e famílias das comunidades do Belém e da Brasilândia.

O trabalho contou com o apoio do Instituto Radio Tron, por meio de seu presidente Carlos Augusto Matos, líder comunitário da Nelson Cruz, no Belém; bem como do líder comunitário Eliseu Luiz da Silva, da Brasilândia; além da equipe da Reciclázaro.

A Fundação Itaú Social é o braço de responsabilidade social do banco Itaú, focado principalmente em projetos ligados à educação.

#reciclazaro #pandemia #juntoscontraocoronavirus #coronavírus

Natal de carinho, dedicação e doação

Uma das datas mais aguardadas pelos conviventes. Quando dezembro se aproxima, a expectativa contagia todas as unidades da Associação Reciclázaro. Cada uma delas ganha os tons do Natal, colorindo até o próximo ano a rotina de todos.

Seja na decoração, nos preparativos das confraternizações, na simbologia da tradição. Tudo passa pelo carinho das equipes de funcionários, voluntários e parceiros, que acolhem compartilhando amor e alegria em uma época de grande sensibilidade para as pessoas em vulnerabilidade.

O momento de celebrar juntos e renovar a esperança não poderia faltar. Nas casas São Lázaro e Simeão, as ceias encheram os olhos com a dedicação das cozinheiras, além do apoio do programa Mesa Brasil, do Sesc Carmo, que colaborou doando alimentos ao Centro de Acolhida com Inserção Produtiva.

A solidariedade também marcou presença na Casa de Marta e Maria, com apoio do CDC Titans. Além de presentes e encantos do Papai Noel, as crianças e mulheres receberam as delícias da ceia e do almoço especial de Natal.

A presença dos familiares fez brilhar os olhos dos idosos do Centro Dia Guadalupe, no churrasco realizado dia 13. O encontro foi animado pelo bingo, com apresentação do Coral de Natal, e o carinho da parceria do Senac e de Fernanda Yoga, que apadrinharam os conviventes em um dia muito especial.

A alegria também contagiou o evento “Entre laços e abraços”, com a presença de cerca de 150 pessoas. O sarau foi realizado pelo MOPI no último dia 13, com um almoço carinhosamente preparado. Tudo para celebrar o Natal e reforçar os vínculos entre idosos e familiares.

A tradicional confraternização do CEFOPEA foi realizada no dia 20/12 e contou com a presença de seus colaboradores, cooperados da Cooperativa Vitória do Belém e da Coop Via Verde, bem como dos estagiários, voluntários e prestadores de serviço, que cuidaram de cada detalhe para uma decoração feita a partir do reaproveitamento de materiais e se divertiram no karokê.

Agita Idoso celebra no Cefopea o envelhecimento ativo e saudável

Um encontro para estimular o envelhecimento ativo e saudável, quebrar preconceitos, promover a socialização e o respeito.

No último dia 9, as bases que norteiam o atendimento oferecido por algumas unidades da Associação Reciclázaro foram compartilhadas com o público pelo Agita Idoso 2019, no Cefopea. Cerca de 600 pessoas participaram do evento realizado pela instituição, por meio do Programa de Atenção à Pessoa Idosa (PROGAPI), contando com o apoio de parceiros como Garmic, Acirmesp e Vittal Prime.

Recheada de apresentações culturais, a sétima edição trouxe tradicionalmente os próprios idosos como protagonistas. Integrantes dos projetos da Associação Reciclázaro e organizações parceiras, eles revelaram seus talentos e esbanjaram disposição para participar da programação, que contou com atividades físicas e recreativas, oficinas ambientais, palestras sobre saúde, assistência social e direitos humanos.

O fundador e presidente da Associação, Padre José Carlos Spínola, esteve presente e ressaltou a importância da união de toda a sociedade para o envelhecimento ativo e saudável. O olhar para as questões sociais e políticas ligadas à terceira idade faz parte das diretrizes da instituição, que hoje tem 3 de suas 7 casas voltadas para este público.

"A dedicação aos idosos foi um processo que surgiu de forma natural na Reciclázaro", finaliza o supervisor-geral, Cido Martins. Desde 2003, quando foi criada a primeira unidade, Casa de Simeão, ao lançamento do Progapi, para apoiar e fomentar iniciativas de autonomia e qualidade de vida, além da segmentação das necessidades por meio do atendimento realizado no Centro Dia Guadalupe e Movimento Pró-Idosos (MOPI).