Raízes da Cultura Popular na Integeracionalidade

« Voltar

Crianças de 7 a 12 anos de idade e adultos acima de 60 anos montam o “Rei do Congo”, apresentação musical de matriz africana que tornou célebre o nome da Congada pelo interior do Brasil em festejos de temática religiosa, como a Folia de Reis.

O projeto de resgate histórico e que contribui para a difusão da Congada na capital paulista, reúne música, teatro e dança entre as principais linguagens que o público intergeracional vem aprendendo. Ao final das oficinas, em 2013, a Associação Reciclázaro levará o espetáculo gratuitamente a bibliotecas, escolas, paróquias e parques.

Com o apoio da organização alemã PMK, o projeto vê na cultura o espaço de criatividade onde as relações humanas podem se renovar, em particular através do diálogo entre crianças e idosos, como forma de contribuir para superação de representações sociais pré-estabelecidas.